Quando você precisar, faremos nosso melhor.

 

fisioterapiaTerapia ManualTem hérnia de disco? Saiba o que pode te ajudar - Clínica de Fisioterapia Dra. Iranilda Moha - CDM

Você foi diagnosticado com hérnia de disco? Está com medo de não voltar a praticar suas atividades ?

Nesse post, a fisioterapeuta mestre Iranilda Moha vai te mostrar como é possível voltar a praticar essas atividade e que ter hérnia de disco não é destino.

Primeiro, vamos compreender o que é hérnia de disco e como ela se forma na sua coluna.

O que é hérnia de disco?

A hérnia de disco consiste em um deslocamento do conteúdo do disco intervertebral, onde acontece com mais frequência na região da coluna cervical e lombar.

O disco intervertebral é uma estrutura fibrosa e cartilaginosa que contém um líquido gelatinoso no seu centro, e esse núcleo é chamado de núcleo pulposo, que fica entre uma vértebra e outra da coluna vertebral. O núcleo é a parte central e os anéis são a parte externa do disco.

Esse anel fibroso, quando está desgastado, permite que o líquido gelatinoso que está mantido no seu centro realize uma expansão ou abaulamento da sua estrutura e pode se extravasar.

Quando o líquido extravasa pode tocar na raíz nervosa e causar dor, dormência e formigamento descendo para as pernas ou braços, depende da localização. Em alguns casos necessita de cirurgias, mas na maioria não.

Sintomas e formas de diagnóstico

A pessoa normalmente sente dores localizadas, dificuldade para movimentar, podem incluir redução de força, sensação de irradiação de forca para outros membros (como braço ou perna), formigamentos, queimação, alteração de sensibilidade, câimbras e até travamento da coluna, sem conseguir se mexer. Essa fase chamamos de crise de hérnia de disco.

Na crise de hérnia de disco a dor é intensa o que leva a necessidade de consulta médica e atendimento no pronto socorro.

O diagnóstico para detectar a hérnia de disco é feito pelo médico ortopedista e neurologista com base na história clínica do paciente, exame físico e exames de imagem como raio x e em especial a ressonância magnética.

Na crise de hérnia de disco o tratamento inclui o uso de medicamentos e fisioterapia.

 A principal dica para quem tem hérnia de disco é evitar o repouso, pois ele aumenta o risco de incapacidade e há uma piora do quadro, com o repouso absoluto a musculatura ao redor do disco fica ainda mais fraca e com isso, maior dificuldade para manter o núcleo em seu devido lugar.

Fisioterapia

A fisioterapia pode ajudar a reabsorver essa hérnia, como que devolver no seu devido lugar.  Isso mesmo, vai além de reduzir a dor, pode resolver. Nesse caso, a especialidade da fisioterapia chamada de osteopatia é a melhor indicação para obter esse resultado. A consulta e tratamento osteopático é um grande aliado nessas crises.

Porém, depois que foi atingido esse objetivo inicial do tratamento, você precisa dar continuidade no tratamento para evitar novas crises. Nessa fase, o tipo de abordagem fisioterapêutica deve ser outra.

O tratamento nessa segunda fase visa um aumento do espaço articular para reduzir os formigamentos e dar folga para o disco. Ainda, uma estabilização dinâmica visando um controle muscular e também ligamentar.

Além disso, as manobras da terapia manual podem ajudar a evitar pontos de tensão, favorecendo que o músculo exerça sua função e proteja a sua coluna. E promova ainda um melhor deslizamento do nervo por meio de mobilizações neurais. Assim como, por meio de aparelhos da eletro e termoterapia  pode diminuir a inflamação local, trazendo alívio.

A última fase do tratamento envolve o fortalecimento muscular contínuo. Nessa fase, você está sem dor, sem formigamento e pode iniciar a volta as atividades. Esse fortalecimento serve para que a sua coluna fique protegida e você não sinta mais esses desconfortos e não precise mais parar suas atividades. Nessa fase, exercícios são importntes como os segmentares, estabilizadores, hipopressivos, pilates, isostretching, RPG, entre outros. 

A escolha de qual exercício é o melhor no seu caso, depende da avaliação do fisioterapeuta e de como está a sua musculatura.

Assim, a fisioterapia contribui para o alívio de dor, reabsorção da hérnia, devolve os seus movimentos e melhora a sua qualidade de vida. 

O primeiro passo é realizar uma consulta fisioterapêutica e identificar em qual fase você se encontra.

na crise de hérnia de disco

 

Leave a Reply